Melasma: 3 maiores erros que te impedem de controlar as manchas

Quem tem melasma sabe como é complicado tratar. Sei disso porque eu tenho e, desde que descobri, consegui controlar as manchas com essas dicas. Com certeza vão te ajudar e muito.

melasma

Erro 1: usar pouco protetor solar

Responda rápido: o seu protetor solar dura mais do que um mês? Se sim, você está usando pouco produto. A quantidade e também o número de vezes que se aplica, influencia bastante no controle das manchas.

Se possível dê preferência para protetores com base, são melhores porque cobrem bem a mancha. Aplique numa quantidade grande, gente, sem pão duragem, ok? Adoro o efeito do Episol color na pele, ele tem no FSP 30 e 70. Mas algumas pessoas que tem pele muito oleosa preferem algo mais sequinho. É o meu caso, Minesol Oil Control Universal FPS 60 e por cima ainda uso filtro solar em pó, em boa quantidade!

Ah! Também reaplico na hora do almoço. Lavo o rosto e faço tudo novamente. Usar de duas a três vezes ao dia é o mínimo, gente.

Erro 2: se expor ao calor

O segundo grande erro mais comum é achar que uma bronzeadinha com a toalha tampando o rosto não vai atrapalhar seu tratamento. Claro que vai, menina! O calor por si só estimula as manchas. É triste, mas é verdade. Neste post falei sobre outras fontes de calor que você nem imagina que pioram as manchas como sauna, calor do fogão e até o ferro de passar roupas.

Erro 3: pensar que existe tratamento milagroso

E o terceiro erro mais comum entre os pacientes é achar que existe tratamento milagroso, que cure pra vida toda. Desconfiem de propagandas sensacionalistas e produtos mágicos. É sério. Quem tem melasma, estuda e conhece o que tem sabe que o que funciona é dedicação, cremes adequados, alguns procedimentos e o mais importante: nunca deixar a peteca cair. Manchou? Volte a tratar. Não perca aquele dia de praia ou clube em família, procure trazer leveza para estes momentos e a conviver da melhor forma possível. Tenho certeza que vai fazer toda a diferença.

O que causam essas manchas

O melasma é um tipo de hiperpigmentação da pele e não tem cura, mas tem controle. A mancha escura, geralmente, marca a maçã do rosto, testa ou buço. Ainda não se conhece a causa, mas sabe-se hoje que é uma doença crônica que afeta toda a pele, vasos, fibras elásticas e melanócitos. Quanto mais saudável estiver sua pele, mais chance de bons resultados.

De acordo com um novo estudo, o melasma seria decorrente de uma alteração vascular em que a substância endotelina1 é liberada e estimula a melanina. A partir daí, faz sentido que alguns remédios usados para doenças vasculares ajudem a tratar o melasma.

Cada pele pede um tratamento específico. Somente o dermatologista poderá fazer um diagnóstico preciso e propor um tratamento adequado ao seu problema. Por isso procure um especialista para cuidar de você.

Os posts que escrevo aqui têm o objetivo de orientar vocês e informar sobre os novos tratamentos e métodos.

VEJA MAIS DICAS NO VÍDEO

Espero ter ajudado vocês, se achou esse assunto interessante posso escrever outro post, deixa as sugestões de temas aqui nos comentários.

Como é o seu cuidado com as manchas? Me conta o que mais tem feito a diferença!

VEJA MAIS POSTS QUE VOCÊ PODE GOSTAR

_ Dermamelan: peeling para tratar manchas na pele, especialmente o melasma

_ Respondi todas as suas dúvidas sobre o melasma!

_ Passo a passo para tratar o melasma no verão

VEJA O VÍDEO SOBRE O ASSUNTO:

MELASMA – DICAS E TRATAMENTOS

comments

Postagens Relacionados

;