O guia simples e prático de como tratar cicatrizes de acne, manchas e cirurgias

Uma marquinha aqui, outra ali… ao longo da vida a gente vai mesmo acumulando marcas e cicatrizes. Pode ser por causa das espinhas, de cirurgias ou até por machucadinhos bobos… A dúvida mais comum é: podemos retirar totalmente essas marcas da nossa pele? E até que ponto elas realmente nos incomodam? Para facilitar, dividi essas cicatrizes em três tipos:

Antes de começar qualquer tratamento, vale à pena se perguntar se aquela marca realmente te incomoda e o quanto pode melhorar sua autoestima
Antes de começar qualquer tratamento, vale à pena se perguntar se aquela marca realmente te incomoda e o quanto pode melhorar sua autoestima

Manchas escuras na pele

Muitas vezes elas são resultado de pancadas ou machucados mais superficiais. Seja no rosto ou qualquer parte do corpo, melhoram bem com peelings, luz pulsada e podem muitas vezes sumir completamente. Cremes clareadores em casa também ajudam muito.

Cicatriz de acne

Ah, essas danadas! Incomodam muito e são difíceis de tratar. Nesses casos, o primeiro passo é controlar as espinhas. Em seguida, 3 a 6 sessões de laser fracionado (1x ao mês) podem clarear e tornar as marcas mais superficiais, podendo até sumir. Mas é bom entender que dificilmente a pele volta a ficar 100% como era antes. Por isso, quando as espinhas aparecem, tratar logo faz toda diferença.

Cicatriz de cirurgia e queimaduras

Nesses casos, esperar 6 meses após a cirurgia ou a lesão é importante para que a pele termine sua cicatrização. E aí, é fundamental a avaliação do médico. Queloides – aquelas marcas avermelhadas e altas – costumam melhorar com injeções de corticoide. Já as cicatrizes normais, amarronzadas ou mesmo as mais clarinhas, respondem bem ao laser fracionado. O tratamento precisa ser de 3 a 6 sessões. Sempre melhora… algumas vezes mais, outras menos, mas sempre dá resultado!

Lembrando que em todos os casos, usar filtro solar é fundamental. Pois cicatrizes tem muito mais chances de virarem um câncer de pele quando expostas ao sol. Mas pense bem! Antes de começar qualquer tratamento, vale à pena se perguntar se aquela marca realmente te incomoda e o quanto pode melhorar sua autoestima. Eu mesma tenho uma cicatriz de queimadura no braço que optei por não tratar. Leia aqui!

comments

Postagens Relacionados

;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *