Os 3 pilares que todo tratamento de melasma precisa ter

Oi amores! Nesse post eu quero compartilhar com vocês os 3 pilares fundamentais que todo tratamento de melasma precisa ter. Sabemos que, infelizmente, esse problema não tem cura. Mas tem controle! Os tratamentos são importantíssimos para clarear as manchas existentes e evitar o aparecimento de novas.

melasma

Normalmente, o melasma afeta mulheres com pele mais pigmentada e idade entre 30 e 55 anos. Apenas 10% dos casos são manifestados pelo sexo masculino. Ainda não existem estudos conclusivos sobre o que causa a doença, mas fatores como exposição excessiva ao sol, gravidez e genética estão intimamente relacionados ao aumento do número de casos.

Recentemente pesquisas mostraram que a região da pele onde temos o melasma é diferente (veja o vídeo). Ela sofre alterações em todas as suas camadas, tanto de vascularização, quanto de componentes superficiais, fibras elásticas… Por isso é tão importante aliar as diferentes técnicas de tratamento de melasma e cuidar por completo dessa pele. Vamos aos pilares?

 

1º – Protetor solar:

Sabemos que evitar exposição ao sol e utilizar protetor solar é indispensável para quem sofre com melasma não é? Mas acontece que muita gente não passa a quantidade necessária. O protetor deve ser passado em abundância, retocado a cada 3 horas e precisa ter o FPS alto. É fundamental fazer uso dele todos os dias, mesmo que esteja nublado. O ideal é utilizar um filtro com pigmentação, eles protegem também com as lâmpadas que pioram as manchas.

 

2º – Dermocosméticos:

Quem sofre com essas manchinhas precisa fazer uso de ácidos e produtos clareadores por toda vida. Cada fase e cada tipo de pele irá precisar de um clareador específico, por isso de tempo em tempo esses produtos são trocados. Não dá pra usar, por exemplo, a hidroquinona a vida inteira, pois o seu uso prolongado pode gerar manchas brancas e outras manchas escuras. A interrupção abrupta do uso também pode gerar um efeito rebote e piorar o caso. Por isso eu sempre digo, é fundamental o acompanhamento de um dermatologista para indicar os produtos mais indicados para o seu tipo de pele.

 

3º – Procedimentos tecnológicos:

Graças a tecnologia cada vez mais avançada, hoje podemos contar com vários procedimentos de ponta que ajudam no tratamento de melasma e tratam as manchinhas, principalmente aquelas mais resistentes. Trabalhamos principalmente com peelings, lasers e microagulhamento robótico.

Dentre os peelings, o Dermamelan é o mais indicado, pois ele age nas células inibindo a produção de pigmento. Em se tratando de laser apostamos no Vektra, uma tecnologia com velocidade de alcance tão rápida que fragmenta os pigmentos de melanina e, gradativamente, clareia as manchas. Mas é importante ter muito cuidado e evitar os lasers que queimam ou esquentam a pele, como o CO2 fracionado, luz pulsada e radiofrequência.

Por último, tratamos também com o microagulhamento robótico, a última novidade que estimula a produção de colágeno e cuida até das camadas mais profundas da derme. São microagulhas de ouro que penetram a pele liberando uma frequência que melhora o aspecto do rosto e também clareia as manchinhas. Ele é indicado para todos os tipos de pele.

tratamento de melasma

Pessoal agora que vocês já sabem a base sobre o tratamento, é importante lembrar que o acompanhamento de um profissional é muito importante durante todo processo. Nada de usar peelings, ácidos ou qualquer outro produto por conta própria, viu? Quem tem melasma precisa tomar muito cuidado pois vários procedimentos e cosméticos podem, ao invés de ajudar, piorar as manchas. Falem sempre com o dermato de vocês e estejam seguros sobre o tratamento!

 

Beijos,
Dra. Cintia Cunha

 

VEJA O VÍDEO SOBRE ESSE ASSUNTO
Melasma – Dicas e Tratamentos

 

MAIS POSTS QUE VOCÊ PODE GOSTAR

Dermamelan: peeling para tratar manchas na pele, especialmente o melasma

Manchas na gravidez: como tratar o melasma durante a gestação

Melasma: 3 maiores erros que te impedem de controlar as manchas

 

comments

Postagens Relacionados

;