Remoção de tuagem

Tratamentos

Antigamente as tatuagens só podiam ser removidas por cirurgia ou raspagem, mas hoje o procedimento com laser já é uma opção mais eficiente.

A pele do paciente é um dos primeiros fatores a serem avaliados. A remoção de tatuagem a laser é um procedimento individualizado e requer análise criteriosa de várias características técnicas como tipo de pigmento, quantidade de cores, tamanho, tempo, tipo de pele e por quem foi feito o desenho, profissional ou amador.

Como é feita a remoção a laser

O que acontece é que quando um laser na intensidade correta é disparado contra a tatuagem, ele é capaz de fragmentar o pigmento (tinta) em partículas significativamente menores para os nossos macrófagos, que são as células de defesa, conseguirem absorver esse pigmento e eliminar do nosso organismo. É como se o laser desse uma mãozinha para que o sistema imunológico trabalhe. Somente o dermatologista ou cirurgião plástico são capazes de identificar a melhor técnica para apagar a tatuagem.

Quantas sessões são necessárias?

O laser Q Switched é a melhor plataforma atualmente disponível no mercado. Ele requer sessões mensais e o número de sessões irá depender do tamanho, quantidade de cores, tempo da tatuagem e o tipo. Tatuagens profissionais, coloridas e antigas necessitam de mais sessões. Estimam-se pelo menos seis sessões.

O tipo de pigmento também influencia na quantidade de sessões. O pigmento preto é o mais fácil de ser retirado. Já os pigmentos amarelo e alaranjado são os mais difíceis.

Outro fator é o tipo de pele. Geralmente para pele morena costuma-se usar o laser opera numa frequência menor e devido a isso pode ser que o paciente precise de mais sessões de laser.

Conheça um pouco mais

21/09/2017
Remoção de tatuagem a laser

X